Image Alt

Destinations

Os mares do Norte de Portugal podem ser conhecidos pelas suas temperaturas frias, pelas ondas grandes e pelos ventos fortes, mas nem tudo é mau. Muitos são os turistas que procuram o Atlântico de Viana do Castelo e Caminha para desfrutar da calma das praias e das aventuras do mar.

No ponto mais a Norte do litoral de Portugal, reúnem-se as condições ideais para quem procura uma boa dose de adrenalina e aventura dentro de água. Falo das cidades de Caminha e, um pouco mais a baixo, de Viana do Castelo. Muito diferentes e, ao mesmo tempo, muito semelhantes, estas duas cidades da região do Alto Minho fazem a ligação do Atlântico aos rios Minho e Lima.

Do cimo do Monte de Santa Luzia, em Viana do Castelo, consegue ver a foz do rio Lima entrar pelo mar dentro e todo o verde que se estende por kilómetros ao redor da cidade. Mas quem visita esta cidade não procura apenas as igrejas, a cultura e a gastronomia. Procura também explorar a diversidade náutica que a região do Alto Minho tem para oferecer.

https://youtu.be/AazhA8ibSRI

Se visitar Viana do Castelo ou Caminha, e procurar um pouco de diversão, as duas cidades têm uma variadíssima oferta, tanto dentro, como fora de água. Se se sentir um aventureiro, pode experimentar o windsurf, kitesurf, surf ou paddle. Estas experiências desvendam o seu lado mais radical e permitem aperfeiçoar as suas manobras aquáticas. As praias portuguesas são das melhores e em Viana do Castelo e Caminha encontra as melhores condições para praticar estes desportos radicais.

Se, por outro lado, quer divertir-se fora de água, porque não optar por um passeio a cavalo junto ao mar, uma corrida na ecovia do Atlântico ou até um passeio de bicicleta em família junto à praia.

Estas atividades estão disponíveis durante todo o ano e são bastante procuradas por turistas que visitam a cidade durante o fim-de-semana para descansar, recuperar energias e, claro, viver aventuras.

https://youtu.be/OQwvDJncX6c

A pensar no potencial do turismo náutico do Alto Minho, em grande parte devido à riqueza hidrográfica desta região, a Comunidade Intermunicipal do Alto Minho decidiu criar um projeto que tem como princípios a sustentabilidade, enriquecimento e promoção das redes de água que interligam os 10 municípios desta região.

 

 

 

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit sed.