MYCA 2019. Rui Meira é o melhor jovem chef de cozinha do Minho

A segunda edição do Minho Young Chef Awards decorreu nos dias 2 e 3 de maio de 2019 na escola de receita AESAcademy, em Vila Nova de Famalicão. Ao todo, foram 12 os alunos das escolas minhotas de hotelaria e turismo que participaram no concurso que elege o melhor jovem chef de cozinha do Minho.

Cada participante teve de preparar uma versão inovadora de um prato tradicional da região, utilizando produtos endógenos. A competição contou com a presença de António Loureiro, estrela Michelin, como presidente do Júri, e Renato Cunha continua a ser o embaixador do concurso, tal como aconteceu na edição anterior.

“Esta iniciativa é uma oportunidade de networking entre os alunos e as escolas da região que participam na mesma, bem como, uma oportunidade de aprenderem sobre a cultura gastronómica do Minho e os seus produtos endógenos”, explicou Rafael Oliveira, um dos responsáveis pela organização do concurso.

Os candidatos tiveram de escolher um prato típico para poderem inovar e, mais tarde, explicar a interpretação que fizeram da história da receita, explicando a sua origem e a ligação do prato ao seu território, por exemplo. Os jovens chefs devem ir acompanhcomados de um colega do curso de restaurante/bar para a defesa da harmonização do vinho verde da região que foi escolhido para acompanhar o prato inovador. Esta é outra etapa do concurso.

No dia anterior à competição, os concorrentes tiveram de preparar duas porções do prato tradicional escolhido, como seria apresentado nas suas casas e/ou em restaurantes locais  para que o júri ficasse familiarizado com o prato tradicional que cada jovem se iria propor a inovar no dia seguinte.

“Ao incentivar os jovens chefs a trabalharem e valorizarem a diversidade dos produtos endógenos e a diferenciação regional, esperamos inspirar futuros embaixadores da gastronomia e da cultura Minhota”, afirma Rafael Oliveira.

Uma termine de carnes com porco bísaro, carne de vaca cachena, frango, mão de vaca, chouriços, um rolo de folha de arroz de sarrabulho e cebolas curadas e glaceadas deram o primeiro lugar a Rui Pedro Meira, aluno da Escola de Hotelaria e Turismo de Viana do Castelo. O jovem chef inspirou-se nas tardes de convívio em família na Areosa, em Viana do Castelo, para esta receita: “Escolhi o sarrabulho porque recordo-me dos serões em família, da partilha e das horas que passamos á volta da mesa. Como aqui no MYCA, partilhamos o conhecimento com grandes chefs e colegas”.

O primeiro lugar desta edição do Minho Young Chef Awards irá representar o Minho no concurso internacional European Young Chef Awards, promovido pelo IGCAT na Ilha Rhodes, Grécia, entre 22 e 24 de outubro de 2019.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit sed.